Notícia

Lula quer manuteno de IPI menor de carros


O presidente Luiz Incio Lula da Silva quer uma poltica permanente de
reduo do IPI para a indstria automotiva at que a crise financeira
internacional seja superada.



"A minha posio de que ns precisamos transformar isso em uma
poltica permanente at voc ter sinais totais de que a crise est
debelada", disse o presidente em entrevista exclusiva Reuters nesta
quarta-feira.



Ele afirmou ainda no ter conversado com o ministro da Fazenda, Guido
Mantega, sobre o assunto, mas considera a medida um importante antdoto
contra os efeitos da crise no Brasil.



Mantega verbalizou no incio desta semana que no tinha nenhuma
inteno de prorrogar pela segunda vez a reduo do imposto. O alvio
fiscal entrou em vigor em dezembro, com prazo inicial at maro, quando
foi estendido at o meio do ano.



Sobre os impactos da crise, Lula disse que seu governo est preparado para tomar medidas adicionais de estmulo economia.



No mbito poltico, afirmou que, se eleita, a ministra-chefe da Casa
Civil, Dilma Rousseff, pr-candidata do governo, deve manter os pilares
macroeconmicos adotados desde sua posse, em 2003.



"A seriedade da poltica econmica vai continuar."



No dia em que o Comit de Poltica Monetria (Copom) anunciar a nova
Selic, Lula defendeu com vigor a autonomia do Banco Central na
definio do juro bsico da economia. "No quero que nmero seja
poltico", enfatizou.



Perto de terminar seu segundo mandato como um dos presidentes mais
populares da histria, Lula admitiu que deixar o governo com a
frustrao de no ter implementado uma lei que desburocratize a
execuo de obras de infraestrutura.



"Ns fizemos tanta exigncia nos marcos regulatrios... que hoje eu
acho que deveria, logo no primeiro ano (de governo), se soubesse que
era assim, ter feito um projeto de lei para facilitar as coisas."



A um ano e meio das eleies, o presidente revelou o desejo de deixar
para o sucessor um "novo PAC" (Programa de Acelerao do Crescimento).



"No ano que vem, eu pretendo apresentar o novo PAC", afirmou,
prometendo deixar a herana com recursos previstos no Oramento de
2011.



Fonte: Reuters
Data: 12/06/2009