Notícia

Extintores novos continuam em falta e postos de MS culpam fbricas


Portal G1

Motoristas de Campo Grande esto
tendo dificuldades para encontrar o modelo ABC dos extintores. A
reclamao foi feita por Osni Gondim, um telespectador da TV Morena. Ele
disse que foi a vrios postos de combustveis da cidade a procura do
extintor, mas no encontrou o produto.


O problema da falta est nas distribuidoras, segundo o gerente de
posto de combustvel, Alexandro Dias. Ele diz que tenta fazer compra
desde novembro, mas as distribuidoras dizem que no tm o produto.


A equipe de reportagem encontrou extintores do tipo ABC no local, mas
os produtos estavam com a validade vencida. Os motoristas deixam os
produtos no posto porque existe um ponto de coleta para depois devolver
s distribuidoras.


O Sindicato do Comrcio Varejista de Combustveis, Lubrificantes e
Lojas de Convenincia de Mato Grosso do Sul (Sinpetro) confirma que os
extintores sumiram em todos os locais de venda. O superintendente do
Sinpetro, Edson Lazarotto, explica que o problema atinge todo o estado.


Temos quase 100% dos postos sem nenhum extintor ABC para vender.
Todos j foram vendidos no fimal de dezembro, incio de janeiro. E
estamos tentando junto s distribuidoras que nos informam que tambm no
receberam at o momento, afirmou.


Gerente de uma empresa que est no ramo h cerca de 30 anos, Lauro de
Oliveira diz que no viu uma crise assim do produto em anos de
trabalho. Segundo ele, antes os pedidos eram feitos s fbricas e os
produtos chegavam em uma semana. Agora, os mesmos pedidos demoram cerca
de um ms para serem entregues.


A distribuidora fez um pedido de 600 extintores novos e s recebeu
depois de um ms, quando vendeu quase todos rapidamente. Agora eles tm
apenas 100 produtos de reserva.


Falta matria-prima no mercado. Provavelmente esse ano [a situao]
no vai se normalizar a partir do ano que vem. Infelizmente, as fbricas
no se prepararam, explicou Oliveira.


Alm da falta de matria-prima, a explicao para a escassez do
produto nas fbricas tambm est no excesso de pedidos. Ainda segundo
Oliveira, as fbricas esto priorizando o mercado dos carros novos.
Houve um acordo para que as montadoras recebessem os novos extintores e
equipassem os carros novos, por isso, o varejo foi prejudicado,
afirmou.



Data: 19/02/2015