Notícia

Gasolina com mais lcool vai render at 4% a menos


Estado de Minas

Alessandra Alves e Luciane Evans


O brasileiro que anda frustrado com o reajuste nos preos dos
combustveis pode se preparar para mais uma notcia ruim a nova
gasolina anunciada pela Associao Nacional dos Fabricantes de Veculos
Automotores (Anfavea), com 27% de etanol, vai aumentar o consumo de
combustvel dos veculos em at 4%. O aumento do percentual de lcool
anidro no derivado de petrleo foi acertado entre as montadoras e a
Unio da Indstria de Cana-de-Acar (nica), e ainda depende de aval do
governo. Segundo o engenheiro Francisco Satkunas, da Sociedade dos
Engenheiros Automotivos (SAE Brasil), a deciso deve resolver s o
problema da indstria do lcool e penalizar o consumidor.


Voc vai ter um combustvel inferior. Toda vez que se adiciona
etanol, o consumo aumenta e o rendimento energtico cai, explica o
especialista. Assim, alm de arcar com o reajuste dos combustveis, que
em Belo Horizonte chegou a 9,73% no caso da gasolina e a 7,07% no caso
do lcool, de acordo com o site de pesquisas Mercado Mineiro, o
proprietrio de veculos automotores ter que voltar s bombas com mais
frequncia.


Logo aps o anncio da nova medida, o presidente da Anfavea, Luiz
Moan, foi questionado pela imprensa se haveria alterao no preo do
litro da gasolina em razo da mudana da mistura, mas a resposta tambm
no foi animadora. Moan disse que o assunto uma questo das
distribuidoras e que no cabe associao fazer esse tipo de projeo.


Problemas


Outro ponto polmico da nova gasolina que ela no se limita
alta no consumo, mas pode causar problemas ainda maiores para
proprietrios de carros movidos somente a gasolina, importados e
antigos. Segundo Satkunas, com o novo teor da mistura esses veculos
podero apresentar deteriorao nos componentes, dificuldades em dar a
partida e falhas posteriores. Proprietrios de motocicletas tambm devem
enfrentar o mesmo contratempo.


At agora, a soluo encontrada pelo governo sugerir que esses
condutores, donos de motos, importados e veculos antigos, abasteam com
a gasolina premium, que permanece com a porcentagem de 25% de etanol. O
problema que o combustvel ainda mais caro que a gasolina comum. O
consumidor vai ser penalizado novamente. Essa medida vai favorecer um
segmento, que a indstria do lcool, e quem vai pagar a conta
novamente o consumidor, finalizou o engenheiro.


Apesar de a Anfavea ter anunciado que a medida passa a valer a partir
do dia 16, a associao se antecipou ao governo federal, que ainda no
decidiu sobre o tema. Segundo a presidente da nica, Elizabeth Farina, o
ministro Alozio Mercadante se comprometeu a encaminhar a proposta para
a presidente Dilma Rousseff ainda esta semana.



Data: 09/02/2015