Notícia

J respondeu pesquisa?


Se voc ainda no entrou no site da ANP (http://www.anp.gov.br/s10/ )
para preencher a pesquisa referente ao Plano de Abastecimento de leo
Diesel de Baixo Teor de Enxofre (DBTE), bom se apressar porque o
prazo termina no dia 30 de setembro e, de acordo com a Resoluo ANP N
26, quem no responder ao questionrio estar sujeito s penalidades
previstas na Lei n 9.847. At o fechamento desta edio, cerca de dois
mil postos haviam respondido pesquisa, num universo de quase 38 mil.
Ou seja, quem deixar para a ltima hora provavelmente encontrar o site
congestionado e poder arcar com multa desnecessria.




Vale lembrar que a pesquisa no tem carter vinculante, ou seja,
quem declarou ter inteno de comercializar pode mudar de ideia depois
e no vender S10/S50. Da mesma forma, aqueles que disseram no ter
inteno de ofertar o diesel de baixo teor de enxofre tambm podem
decidir vender o produto posteriormente.





Com a pesquisa, a ANP pretende mapear o interesse da revenda em
comercializar o diesel de baixo teor de enxofre - os chamados S10 e S50
(com, respectivamente, 10 e 50 partes por milho de enxofre) - e assim
saber se haver um nmero suficiente de postos ofertando o produto, de
forma a permitir que os veculos novos comercializados a partir de 2012
possam circular por todo o pas, sem o risco de no conseguir
abastecer. Isso explica o porqu de aparecerem a latitude e a longitude
do seu posto ao final da pesquisa: a partir do CEP, a prpria ANP
calcula as coordenadas do estabelecimento, podendo assim visualizar no
mapa do Brasil onde haver oferta do novo diesel e quais so as regies
desabastecidas.




O mais importante nesse momento tomar a deciso de se vai
comercializar ou no o produto. E, para isso, preciso analisar se h
tanques e bombas disponveis no posto para receber esse novo produto:
tenho equipamento ocioso? Posso substituir algum produto que
comercializo atualmente? Vou precisar fazer reforma? necessrio
tambm avaliar se o tanque que ir receber o produto tem muitos
depsitos, porque S10 e S50 so bastante sensveis, destaca Ricardo
Hashimoto, diretor de Postos de Rodovia da Fecombustveis. Tanto o S10
quanto o S50 requerem tanques e bombas segregados e devem ser
comercializados, concomitantemente, ao S500 ou S1800, que continuaro
sendo utilizados nos veculos antigos. A expectativa por uma demanda
inicial baixa. Apesar disso, pode ser interessante para o revendedor
oferecer o produto para no decepcionar sua clientela que comprar
novos caminhes ou para atrair novos consumidores, ressalta Hashimoto.
Se h o interesse em comercializar o produto, mas o posto no tem
estrutura disponvel, preciso correr contra o tempo. Afinal, instalar
novos tanques implica enfrentar toda a burocracia do licenciamento
ambiental, o que, em alguns estados, significa que, se o processo no
for iniciado agora, no haver tempo hbil.



Entendendo a questo




A pesquisa obrigatria junto aos postos foi estabelecida pelo
Plano de Abastecimento de leo Diesel de Baixo Teor de Enxofre,
elaborado pela ANP e do qual a Fecombustveis signatria. O Plano
resultado do Acordo Judicial firmado em outubro de 2008 entre
Ministrio Pblico Federal, ANP, Estado de So Paulo, Instituto
Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis (Ibama),
Companhia Ambiental do Estado de So Paulo (Cetesb), Petrobras,
Associao Nacional dos Fabricantes de Veculos Automotores (Anfavea) e
17 fabricantes de veculos e motores. Com o objetivo de pr fim
polmica pelo no-cumprimento da Resoluo 315/02 do Conselho Nacional
de Meio Ambiente (Conama), o Acordo antecipou a fase P7 do Programa de
Controle de Poluio do Ar por Veculos Automotores (Proconve),
exigindo assim novos motores e combustveis para o mercado nacional.




No incio do ano passado, o S2000 foi substitudo pelo S1800 e o
S50 comeou a ser introduzido na matriz. Mas a grande mudana mesmo
ocorrer em 2013, quando o S10 ser oferecido nos postos, em conjunto
com o Arla-32 (agente redutor lquido automotivo). Na verdade, os
veculos da fase P7 estaro circulando pelas estradas brasileiras j em
2012, mas, como ainda no haver S10 disponvel para comercializao,
as montadoras daro garantia excepcional para que rodem com S50 nesse
curto espao de tempo.





Principais dvidas





Qual a necessidade de ter no meu posto o DBTE?




Os veculos a diesel produzidos a partir de 2012 somente podero
utilizar DBTE. Quem no vender o produto, corre o risco de perder
mercado e decepcionar clientes.





O posto obrigado a comercializar este diesel?




No. A exceo fica por conta das reas onde o S50 foi introduzido
de forma compulsria (regies metropolitanas de Belm, Fortaleza e
Recife), em substituio ao S500.





Tenho que ter tanque/bomba e caminhes exclusivos s para o DBTE?




Sim. Tanto o S10 quanto o S50 so novos produtos e altamente
suscetveis contaminao. Por isso, os veculos que transportarem S10
ou S50 tambm precisam ser dedicados.





Posso vender s o DBTE?




No recomendado, pois a demanda inicial por DBTE deve ser
pequena, uma vez que os veculos antigos continuaro utilizando S500 ou
S1800.





O preo do DBTE ser maior?




Certamente sim, mas ningum sabe ao certo o quanto, pois o S10
ainda no produzido no pas. H um grupo tcnico na ANP discutindo
esse tema. Caso seja vendido pelo mesmo preo, corre-se o risco de no
haver produto suficiente. Por outro lado, um S10 muito mais caro pode
desestimular a renovao da frota.





Os caminhes fabricados at 2011 podero utilizar o DBTE?





Sim, uma deciso do usurio.





Os caminhes novos podem usar outro diesel, seno o DBTE?




No. Os novos veculos tero a tecnologia OBD (On Board Diagnose),
ou diagnstico eletrnico de eventos, que inclui um sensor para indicar
o teor de xidos de nitrognio (NOx). Quando as emisses no atendem
aos limites estabelecidos, ocorre perda de potncia, comandada
eletronicamente.





Para que serve o Arla-32?




O Arla-32 indispensvel para o funcionamento do sistema de
Reduo Cataltica Seletiva (SCR), que ir reduzir quimicamente a quase
zero as emisses NOx.





O Arla-32 misturado ao S-10?




No. Os veculos novos contaro com um tanque para Arla-32 e outro
para diesel. Ambos os produtos so altamente suscetveis contaminao
e se uma gota de Arla cair no tanque de S10, ou vice-versa, todo o
funcionamento do sistema pode ser comprometido.



Fonte: Assessoria de Imprensa Fecombustveis
Data: 21/09/2010