Notícia

Combustvel batizado encarece manuteno


O ditado o barato sai caro cai como uma luva no que diz respeito aos
combustveis adulterados. Em uma mesma regio, preos muito aqum dos
praticados pelo mercado podem significar que o produto possa ter sido
batizado. Para tirar vantagens econmicas, alguns postos incluem
substncias irregulares, muitas delas at mesmo encontradas na
composio original, como gua, lcool ou solventes, mas que, quando em
excesso, podem trazer srios danos ao automvel.




E a que a diferena no preo do litro do combustvel, de at R$
0,40 menos, pode se converter em gastos exorbitantes nas oficinas
mecnicas. De acordo com a Anfavea, os prejuzos causados pela
adulterao, apenas para os veculos ainda com garantia de fbrica,
supera US$ 50 milhes por ano.




Por emergncia, um motorista de So Paulo, que prefere no ser
identificado, abasteceu seu Senic no primeiro posto que encontrou.
Economizou R$ 0,40 por litro de gasolina adquirida.  No dia seguinte o
carro engasgava sempre. Percebi tambm oscilaes na marcha lenta.
Precisei trocar o regulador de combusto e o custo total foi de R$
980.




Alm disso, o uso de combustvel adulterado pode causar reduo no
desempenho e rendimento do motor; deteriorao no sistema de injeo
eletrnica, entre outros danos.





Defenda-se




Nos postos, o consumidor tem direito de pedir a realizao do
teste de proveta com o intuito de comprovar a qualidade do
combustvel. Para a gasolina, o ndice mximo de lcool permitido de
25%. Em um tubo de ensaio se colocam partes iguais de lcool e gua
destilada, que so agitadas. A diferena superior do nvel de 50
mililitros revela se a gasolina ou no batizada.




J no caso do lcool, o percentual de gua no pode ultrapassar os
6%. O consumidor pode verificar o ndice por um aparelho, que fica
junto bomba. O nvel do combustvel no pode passar da linha
vermelha. O teste pode ser feito manualmente.




A probabilidade de adquirir um produto batizado to alta que a
ANP (Agncia Nacional de Petrleo) criou um servio especfico para
denncias de vtimas. Atravs do site (http://www.anp.gov.br/?id=588),
o consumidor poder registrar suas reclamaes. Os estabelecimentos
citados sero investigados e, comprovadas as irregularidades, estaro
sujeitos a multas.





Conhea os problemas e suas solues





Uma srie de danos causada ao motor do carro que utiliza combustvel adulterado. Segundo a ANP, as mais comuns so:





- Falhas no funcionamento do motor;



- Instabilidade da marcha lenta;



- Partidas mais difceis;



- Motor bate pino (sinal de pr-ignio);



- Motor engasga e chega a parar;



- Perda gradativa da potncia e do torque;



- Desempenho e rendimento diminuem;



- Maior emisso de poluentes;



- Elevao do consumo;



- Borrachas do sistema de alimentao se desmancham;



- Aumento do depsito de carvo nas vlvulas e velas.





Como resolver:





- Limpar o carburador ou bicos injetores de combustvel;



- Escoar o combustvel adulterado ou limpar o tanque;



- Substituir as mangueiras e conexes de alimentao;



- Trocar todos os filtros de combustvel.





Como evitar:





- Nota fiscal garantia ao reclamar, exija-a;


- Na impossibilidade de abastecer no posto de costume, utilize outro
da mesma marca. Veja ainda se a marca da bomba corresponde da
distribuidora que abastece o estabelecimento.



Fonte: Jornal Cash
Data: 17/08/2010